Português
English
Fevereiro, um mês com filosofia e literatura, leituras e contos, novos parceiros e novos livros.
30-01-15
Categoria: Destaques, Eventos
Fernando Pessoa, aos 17 anos, em Durban, antes de regressar a Lisboa, imagem da colecção privada de Manuela Nogueira.


A começar o mês, o cruzamento entre a filosofia e a literatura, na conferência internacional organizada pelo IFILNOVA – Instituto de Filosofia da Nova, A pluralidade do sujeito e a crise da modernidade, três dias de diálogo e de reflexão renovada. Todos os detalhes aqui .

 

Fevereiro é também mês de encontros e de parcerias, com um primeiro gesto triangular, com a Fundação José Saramago e a editora BOCA, a lembrar Nuno Bragança (ver

aqui); e com o regresso d’Os Espaços em Volta (ver aqui).

 

É mês de novos livros e de novas perspectivas, com a apresentação do mais recente trabalho de José Barreto, um volume de textos que questiona o posicionamento político de Pessoa; a guiar-nos na leitura de Fernando Pessoa - Sobre o Fascismo, a ditadura militar e Salazar (edição Tinta-da-China) estará Susana Moreira Marques(detalhes aqui).

 

E é também mês de teatro, de descentralização e de internacionalização com o FITA – Festival Internacional do Alentejo (aqui).); de pintura, com a continuação da exposição de Manuel Casimiro (aqui).), de poesia em mais uma sessão Poetas de Mar e Mundo, com foco em Moçambique (aqui).), de música com os Solistas da Metropolitana (aqui).) e de Serviço Educativo para as famílias (aqui).

 

E em Fevereiro, como a cada mês, olhamos um poeta. Conduzidos por Alberto Caeiro chegamos a Cesário Verde, nos 160 anos do seu nascimento, e lemos até nos arderem os olhos.

 

Ao entardecer, debruçado pela janela,

E sabendo de soslaio que há campos em frente.

Leio até me arderem os olhos

O livro de Cesário Verde.

 

(Alberto Caeiro, O Guardador de Rebanhos III - Ao entardecer, debruçado pela janela,>/i>)

 

Encontramo-nos por cá. Até breve.

 

 








<- Voltar a : Programação