Português
English
Março é mês de poesia e de Orpheu.
04-03-15
Categoria: Destaques
Fernando Pessoa em 1914, meses antes de Orpheu. Imagem da colecção privada de Manuela Nogueira.


Em Março, sublinhamos o trabalho do Serviço Educativo: a oficina Aqui viveu Pessoa, dia 7, sábado, às 10h30, e as Férias Escolares, de 23 a 27, segunda a sexta, das 10h00 às 13h00, convidam crianças e famílias a descobrir Fernando Pessoa. Em Março, continuamos a parceria que celebra os 8 séculos de Língua Portuguesa, Poetas de Mar e Mundo, dia 12, quinta, às 18h00, este mês com foco no português falado em Timor-Leste. E em Março voltamos a apoiar o ensino artístico: recebemos as audições do Conservatório de Lisboa, classes de Música de Câmara, sábado, dia 21, às 11h00.

 

E em Março, não podemos deixar de assinalar a passagem de um século sobre o nascimento do poeta etnólogo Ruy Cinatti sobre quem Jorge de Sena escreveu: [a sua poesia] foi das primeiras a reafirmar entre nós, pela dignidade da linguagem e pela severa independência da intenção, aquele superior sentido das exigências culturais da "aventura" poética que o grupo de Orpheu proclamara. Dia 30, segunda, às 19h00, o Professor Fernando Martinho (FLUL) e o Padre Peter Stilwell (e convidado a anunciar) relembram e repensam o trabalho do poeta.

 

Março é também mês da poesia e é, este ano em particular, mês de Orpheu.

De 18 a 22 de Março, quarta a domingo, no Jardim da Parada e na Casa Fernando Pessoa, a propósito do Dia Mundial da Poesia (21 de Março), leva-se a cabo mais uma edição da Feira do Livro de Poesia. O programa é variado e constituído por leituras, encontros com escritores e editores, sessões de autógrafos e oficinas de serviço educativo, fora e dentro de portas, espaço na rua para livros de pequenas e grandes editoras, poetas de diferentes gerações e geografias – em boa vizinhança.

Esta iniciativa é desenvolvida em parceria com a Junta de Freguesia de Campo de Ourique e Livraria Ler. A curadoria é do poeta Luís Filipe Castro Mendes.

 

 

E, a partir de 25 de Março, iniciam-se as celebrações dos 100 anos da revista Orpheu. O programa, transversal e aberto, integra a exposição do artista plástico Pedro Proença, Os testamentos de Orpheu (inaugura quarta, dia 25 de Março, às 19h00); o Café Orpheu, a que serão chamados actores e textos que convocam o espírito do grupo de Orpheu e a visita temática Almada em Pessoa (ambos a partir de dia 28 de Março, sábado). Do programa faz ainda parte a exposição itinerante Nós, os de Orpheu, a circular no território nacional e internacional (rede Camões, IP) o espírito e a palavra de Orpheu.

 

 

Esperamos ver-vos por cá. Até breve.

 

 








<- Voltar a : Programação